Assista às aulas e pregações

domingo, 19 de fevereiro de 2017

e viremos para ele, e faremos nele morada

e viremos para ele, e faremos nele morada
João 14.23

Chegou até mim, a pergunta de 14.23 porém achei correto fazer um análise do texto completo. Vamos juntos nesta viagem? Vamos conhecer o assunto do texto:

Exortação confiança (v1)
Promessa de um repouso (v2)
Assegurou que Ele mesmo vem buscar  (v3)
Afirma que os apóstolos conhecem o caminho (v4)
Tomé diz não saber o caminho, e Jesus se apresenta como o único caminho ao descanso “Pai” (Vs 5 ao 7) Obs. Jesus disse que os apóstolos estavam vendo o pai: e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.

Quando disse que Ele é caminho os apóstolos não reconheceram que Ele falava dele mesmo.
Agora Ele afirma que os apóstolos já viram o Pai, é novamente os apóstolos entram em dúvida. Mas Jesus afirma, assim como o caminho Ele mesmo é o Pai (Vs 8 ao 11)

Isso explicaria o fato de Ele mesmo vir buscar, mas assegura que vai levar para Ele mesmo e não para outro? Confira o versículo 3 “E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”
Jesus afirma que seus seguidores, crente em seu nome. Tem autoridade para fazer as obras que Ele mesmo fez, e assegura que podemos fazer maiores
Observe que Ele assegura que Ele mesmo vai responder as orações (Vs 12 ao 14)

Como prova de amor, Ele pede para obedecer seus mandamentos, ainda diz que Ele vai rogar ao Pai para que mande outro consolador. Agora observe que Ele diz que esse consolador é conhecido e que já habita com os apóstolos. (Vs 15 ao 17)

Recordando do exemplo do caminho, onde Ele mesmo e o caminho que leva a Ele mesmo. Agora encontramos onde Ele diz é  o Pai, e que pela obediência aos mandamentos somos representados ao Pai, que já sabemos ser Ele mesmo.

Já sabemos que Ele é o Pai e mais uma vez Ele afirma isso no versículo 18

Ele assegura que seus seguidores continuarão a ver Ele, porque Ele está em nós. Como o identificamos como o Pai, fica claro entender essa afirmação que diz: Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós. (Vs 19 e 20)

Observando o texto encontramos a afirmação de Jesus dizendo: AQUELE QUE TEM OS MEUS MANDAMENTOS. Isso já declara que a palavra estará em nós é através desta obediência, como já foi mencionado vamos receber o consolador que já estava com os discípulos e por essa razão Ele disse: EU ME MANIFETAREI A ELE (V21)

Não muito diferente de Tomé e Felipe, agora vem o Judas (creio que seja o irmão de Jesus Mateus 13.55), e também não entendeu a colocação.
Daí Jesus explica que a palavra estará aguardada e afirma que a palavra é  do Pai e antes Ele afirmou ser o Pai ou seja: Jesus por meio da Palavra estará em nós. (Vs 22 ao 24)

Sabendo então que Ele é o consolador, entendemos a afirmação de que através da AÇÃO do Espírito em nós que através da palavra que está em nós  (e vós fará lembrar de tudo quanto vós tenho dito), porém o Príncipe deste mundo virá e o trabalho dele e contradizer tudo que fora dito por Jesus. (Vs 25 ao 31)

Não se assustem pelo fato dos RELIGIOSOS não entender essa palavra, se os apóstolos que estavam com Cristo precisavam de explicações quem dirá as pessoas que NÃO TEM O ESPÍRITO.
Lembra-se que para receber o Espírito tem que primeiro conhecer Ele. Sendo assim quem não reconhece Jesus como único Deus jamais recebera o Espírito Santo.

Pastor Luciano Batista
iabmaua@gmail.com
Whats +55 11 97190-1285

Acompanhe nosso canal
www.youtube.com/iabmaua

Nenhum comentário:

Postar um comentário