Assista às aulas e pregações

sábado, 14 de janeiro de 2017

Curso de batismo - Aula Conhecendo a Bíblia

Curso de batismo
Aula 01:  Conhecendo a Bíblia
com Pastor Luciano Batista

A Bíblia é composta de dois testamentos, 66 diferentes livros, 1.189 capítulos, 31.173 versículos, 773.692 palavras aproximadamente. Os diferentes livros da Bíblia abrangem temas diferentes e foram dirigidos a diferentes públicos. Os livros da Bíblia foram escritos por cerca de 40 homens diferentes durante um período de cerca de 1500 anos.
O único Deus verdadeiro é o autor “ispirador” da Bíblia. Deus “soprou” a Sua Palavra e usou os profetas e apóstolos para escrevê-la (2 Timóteo 3:16-17, 2 Pedro 1:21). Além disso, todos aqueles que colocaram a sua fé no Messias ( este é um dos títulos dado a Jesus) pelo o Espírito Santo habitando dentro de nós  (Romanos 8:9, 1 Coríntios 12:13; 2:10-16).

Os 39 livros do Antigo Testamento é dividido em cinco seções:
O Pentateuco (Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio) sendo 5
Os livros históricos (Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias e Ester) sendo 12

Os livros poéticos (Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e  Cantares de Salomão) sendo 5

Os Profetas Maiores (Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel e Daniel) sendo 5

Os Profetas Menores (Oseias, Joel, Amos, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias). Sendo 12

O Antigo Testamento foi escrito aproximadamente entre 1400 AC e 400 AC. Grande maioria do Antigo Testamento foi escrito em hebraico, com algumas seções pequenas escritas em aramaico (essencialmente uma variação do hebraico).

O Antigo Testamento trata basicamente da relação entre Deus e a nação de Israel. O Pentateuco lida com a criação de Israel e com Deus estabelecendo a sua aliança com Israel. Os livros históricos registram a história de Israel, suas vitórias e sucessos, assim como suas derrotas e fracassos. Os livros poéticos nos permitem uma olhada mais íntima no relacionamento de Deus com Israel e o Seu grande desejo para que essa nação o adorasse e obedecesse. Os livros proféticos são o chamado de Deus para que Israel se arrependesse de sua idolatria e infidelidade e restaurasse o seu relacionamento de obediência e fidelidade espiritual.

Talvez um título melhor fosse o Primeiro Testamento. A palavra "Antigo" tende a dar a ideia de “desatualizado” ou “não relevante”. Isso não poderia ser mais longe da verdade. Um estudo do Antigo Testamento é um esforço interessante e espiritualmente enriquecedor.

Os 27 livros do Novo Testamento é dividido em cinco partes:
Os Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João), sendo 4
O histórico  é o livro de Atos, sendo 1
As Epístolas Paulinas (Romanos, 1 e 2 Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses,  1 e 2 Tessalonicenses, 1 e 2 Timóteo, Tito e Filemom), sendo 13

As Epístolas Gerais (Hebreus, Tiago, 1 e 2 Pedro, 1, 2 e 3 João e Judas) sendo 8
Profecia (o livro do Apocalipse ) Sendo 1.

O Novo Testamento foi escrito aproximadamente entre 45 DC e 95 DC em grego koiné (grego comum, a forma cotidiana da língua grega do primeiro século DC).

Os Evangelhos nos dão quatro narrativas diferentes, mas não conflitantes, do nascimento, vida, ministério, morte e ressurreição de Cristo. Os Evangelhos mostram como Jesus era o Messias prometido do Antigo Testamento e estabelecem as bases para o ensino do resto do Novo Testamento. O livro de Atos registra as obras dos apóstolos de Jesus, os homens que Jesus enviou ao mundo para proclamar o Evangelho da salvação. Atos nos fala do início da igreja e do seu rápido crescimento no primeiro século DC. As Epístolas Paulinas, escritas pelo apóstolo Paulo, são cartas para igrejas específicas que ensinam a doutrina Cristã oficial e a prática que deve seguir essa doutrina. As Epístolas Gerais complementam as Epístolas Paulinas com ensino e aplicação suplementares. O livro do Apocalipse profetiza os eventos que irão ocorrer no fim dos tempos.

Uma vistoria do Novo Testamento é um estudo poderoso e gratificante. O Novo Testamento nos fala da morte de Jesus na cruz a nosso favor - e qual deve ser a nossa resposta à Sua morte. O Novo Testamento se concentra em ensinar doutrina Cristã sólida e os resultados práticos que devem seguir esse ensinamento.

Plano de Salvação:

Reconhecendo nosso Deus como único criador do universo podemos então retornar para Ele.
Esse retorno só é possível pela obra redentora que Deus providenciou pela cruz. (Atos 20.28)
Através da sua morte Ele abril uma porta de salvação pelo batismo nas águas EM NOME DE JESUS (Atos 2.28; Romanos 6.1-6).
Agora participantes de sua morte e ressurreição, somos também batizados no Espírito Santo para poder participar de sua vida. (I Coríntios 6.17).

Igreja Apostólica do Brasil/Mauá-SP
www.youtube.com/iabmaua

Nenhum comentário:

Postar um comentário